sexta-feira, 29 de agosto de 2014 |

Um jogo para os fãs de Pokémon!

Ooi gente!

Hoje eu trouxe um post um pouco diferente, com participação do Matheus (meu namorado). Nós dois escrevemos esse post.

Bom, eu, como uma grande fã de Pokémon (jogos, animes e etc), adoro tudo o que envolve esse mundo, inclusive jogos não oficiais, feitos por outros fãs com base em outros jogos.

E o que eu vim trazer pra vocês hoje, é um jogo que tem divertido os meus dias a alguns anos, é o PokeBro. Eu conheci o jogo pelo Matheus que é outro viciado nos “pocket monsters”
(mais do que eu até).
Tela inicial do jogo

Esse jogo é um MMORPG que significa “Massively Multiplayer Online Role-Playing Game”, basicamente, é um RPG online. O interessante dele, é que ele foi feito em base Tibia.

Mas Amanda, o que é “base Tibia”?

Bom, Tibia é um jogo online de RPG que foi criado por 3 estudantes alemães no ano de 1996, durante o período de grandes inovações e exploração do potencial da internet. Os gráficos são bem simples, trabalhados em pixel art (arte gráfica feita colocando pixel a pixel manualmente), e possuem uma perspectiva própria, que é uma marca registrada do jogo.
Exemplo de Pixel art

Então o jogo é todo feito em pixel art e com a mesma perspectiva em que foi criado o Tibia.

Agora que vocês já sabem como é a base dele, eu vou falar um pouco do jogo em si.

O jogo Poke Brasil Online (mais conhecido como PokeBro) surgiu primeiramente como ideia de atualização de um antigo servidor, chamado PokeStorm. Porém as mudanças foram tantas, que foi impossível aplicar tal atualização no servidor, e foi criado um novo jogo para comportar essas modificações.

Você inicia a sua jornada na cidade de Pallet (dãr), onde você pode escolher o seu pokémon inicial entre (não, não são Squirtle, Bulbasaur e Charmander, para a infelicidade geral da nação) rattata, pidgey, caterpie e weedle. Você também recebe algumas pokebolas, poções e itens básicos para começar a jogar.

A maior diferença do PokeBro para os outros servidores de pokétibia é o seu sistema de níveis nos pokémons. Normalmente, a força e pontos de estatísticas dos bichinhos são vinculados ao nível do avatar do jogador, mas nesse jogo eles estão totalmente desvinculados, conferindo individualidade a cada um deles, e tornando a competição mais justa. Mas, como nem tudo são flores, para você usar o pokémon, ele precisa estar no mesmo nível do seu personagem ou em níveis mais baixos.
Uma breve explicação da tela do jogo

Durante o jogo você pode capturar pokémons, participar de missões em que você faz o que o NPC (non player character – como se fosse um “robô programado”) pede e ganha itens e experiência. Você pode vendê-los ou trocá-los com outros jogadores. Há também o sistema de lutas que pode ser feito com um NPC ou com outro player onde vocês podem escolher com quantos pokémons querem batalhar.

Mas não foram deixadas de lado, características básicas dos jogos de gameboy, como “surfe”, “voar”, “luz” e etc, e também foram adicionadas outras como “montar” e “cabeçada” onde o pokémon “bate com a cabeça” em uma árvore e de lá saem outros bichinhos. Ah, e também foi mantida a pesca, a melhor forma de se conseguir pokémons aquáticos.
Usando "pesca"

O servidor também conta com sistemas desenvolvidos pela própria equipe, como o sistema de plantação e colheita de frutinhas, possibilidade de criar ovos pokémon, sistema de vitaminas, entre outros. O quadro atual de administradores conta com 3 pessoas extremamente dedicadas ao jogo, que trazem as mais diversas ideias para manter a diversão e atenção dos jogadores. E o melhor de tudo, a equipe está sempre aberta a opiniões dos jogadores, onde todos podem dar ideias de eventos, upgrades em pokémons, melhoras de problemas do servidor, entre outros.
 

O Pokebro também conta com um sistema de doação, onde você pode doar uma certa quantia (em reais) e “ganha” em troca pokejóias que podem ser usadas para comprar alguns itens especiais ou o “VIP”. Nesse “VIP” você tem a permissão de fazer algumas coisas que um jogador “normal” não pode como voar, surfar, ter acesso a algumas ilhas e ao safari, assim como plantar e criar ovos. E o que diferencia ele de outros jogos nessa parte é que essas pokejóias podem ser compradas “ingame”, ou seja, você pode trocar com outros players pela moeda do jogo, e isso é muito bom. Mas caso você não queira gastar dinheiro com isso, não irá prejudicar o seu jogo, pois existe também o sistema de trens, onde você pode ir de uma cidade a outra usando o trem e você pode comprar os ovos e chocá-los.
Usando "voar"

Eu já estou no pokebro a mais de um ano e adoro. A equipe é super atenciosa, os jogadores também são bem legais (sempre tem uma exceção, mas ok). E acho que se você gosta de Pokémon, vale muito a pena baixar o jogo (é bem levinho, baixa bem rápido) e testar.

Site oficial do jogo: http://www.pokebro.com/ (aqui você pode fazer o download do jogo, se cadastrar e tem alguns guias de como iniciar o jogo)

Fórum do jogo: http://forum.pokebro.com/forum.php

Página no facebook: https://www.facebook.com/PokeBrOnline?fref=ts

É isso gente, se quiserem me encontrar por lá, o meu nick é "Maanda" e o do Matheus é "Mini Matt". Joguem e me contem o que acharam.

Beijinhos.
Todas as fotos são prints do jogo feitos
por mim ou pelo Matheus.

domingo, 24 de agosto de 2014 |

5 Livros que eu quero comprar ainda esse ano!

Ooi gente!

Ontem eu fui no shopping almoçar com o namorado e depois de comer fomos dar uma volta pelo shopping e passar na Saraiva,
óbvio. Como estou sem emprego no momento, o dinheirinho que tenho guardado são pra contas, ou seja, nada de livros dessa vez (para a minha imensa tristeza).

Mas mesmo assim resolvi passear por lá e montar a minha "wishlits" de livros que quero comprar esse ano ainda.

  1. Questions and Answers a Day: Eu achei esse livro super interessante porque ele parece uma agenda, cada folha é um dia do ano e em cada uma tem uma pergunta e 5 espaços para que ela seja respondida. Ou seja, nesse livro, você responde uma pergunta por dia e faz isso por 5 anos e ao longo do tempo vai vendo como você mudou, como via a vida quando começou a responder o livro e como vê ela alguns anos depois. Uma pena que só tem em inglês, mas o bom é que a gente ainda treina o inglês.. Haha!

  2. Destrua Este Diário: Bom, esse dispensa apresentações, né? Todo mundo já conhece, ou pelo menos ouviu falar nesse livro. Eu estou em uma fase mais "criativa" da minha vida e estou com muita vontade de extravasar essa criatividade de alguma forma. E esses livros ajudam com isso.

  3. 1 Página de Cada Vez: Esse livro segue mais ou menos a mesma linha do "destrua este diário". Em cada página você tem uma tarefa aleatória para realizar, só que esse não tem o intuito de "destruir" o livro.

  4. Assassin's Creed Renegado: Quem me conhece sabe que eu sou APAIXONADA pela saga (é uma saga? Não sei!). Eu já li os anteriores e agora estou ansiosa e curiosa para ler esse.

  5. Supernatural: O Diário de John Winchester: Se tem uma coisa que eu gosto mais do que Assassin's Creed, essa coisa é Supernatural. Sou louca, viciada, apaixonada por SPN (abreviação). Quem conhece a série sabe que o diário do John é muito importante e ajuda Dean e Sam nos mais diversos episódios, então eu quero muito ter esse diário para mim também. Não só pelo livro em si, mas pela recordação da série que tanto amo.

Agora tenho que guardar um dinheirinho ou torcer para ganhar um deles de presente.. Haha!

E você já leu ou também quer ler algum desses livros?

Beijinhos.
terça-feira, 19 de agosto de 2014 |

Dog Park - Um passeio para você e para seu dog!

Oioioi gente!

Hoje eu vim trazer pra você uma dica suuuuuper legal pra você que tem cachorro ou que não tem mas gosta dessas coisas fofas de quatro patas.

Você que tem vontade de levar o seu amiguinho (a) para um lugar onde você possa soltá-lo da coleira e ele tenha um espaço para correr, brincar com outros cachorros sem se preocupar que ele possa fugir ou que alguém possa fazer mal a ele (afinal, em uma cidade grande como SP, essa é uma de nossas preocupações)? Pois bem, esse lugar existe e é o Dog Park.

Eu "descobri" esse parque, pouco depois que adotei a minha cachorrinha. A gente teve alguns problemas com ela (depois conto a história dela, com detalhes, em outro post) e tivemos que chamar uma adestradora e ela me levou para conhecer.

Ele fica praticamente na frente do parque do Ibirapuera, é super fácil de chegar. Ele fica na rua Curitiba, na altura do número 200 (lá não tinha placa então não consegui ver qual é o número).
Mapa retirado do Google Maps

O Dog Park é um parque especial para cachorros. Muitos passeadores e/ou adestradores levam os cachorros que estão aos cuidados deles para lá. O espaço é bem grande com uma grade de contenção. Tem 3 portões com travas para as pessoas entrarem/saírem (duur!), uma torneira com água potável para os fofinhos beberem, lixeiras e pás para os donos recolherem o cocô do cachorro e vários banquinhos e cadeiras para as pessoas sentarem.

 Bom, eu acho que, pelas fotos, dá pra ter uma ideia do quão grande e arborizado é o lugar.

Mas, para se manter a boa convivência e a segurança dos cachorros, tem algumas regras a serem seguidas, como por exemplo: quando o seu cachorro fizer as suas necessidades, é obrigatório que o dono ou o responsável recolha e dispense no lixo, cachorros violentos não são permitidos, entre outros. E o descumprimento dessas regras pode te gerar uma multa.

Sinceramente, eu achei que foi a melhor coisa do mundo essa adestradora ter me apresentado o lugar porque é uma terapia para a minha Narizinho (nome da minha gracinha) e para mim também. Já que lá, você vive rodeado de cachorros te cheirando, passando por você, te pedindo carinho ou para que você jogue a bolinha pra eles e o seu cachorro convive com outros da mesma "espécie", corre, brinca e aprende coisas que humano nenhum consegue ensinar a um cachorro, coisas que só um cachorro ensina o outro. (Bonito, né? Aprendi isso com a adestradora.. Haha!)

Então, se você tem cachorro, tire uma tarde para levá-lo lá, garanto que ele vai ficar muito feliz. E se você não tem cachorro, chama a sua amiga, prima, irmã, mãe que tenha e vá junto, eu aposto que você não vai se arrepender. Sem contar que me falaram que de domingo a tarde tem uma feira de produtos orgânicos em volta do parque, eu nunca fui, mas me disseram que é bom!

E pra finalizar o post, uma foto da coisinha que mudou a minha vida de forma inexplicável. Minha bebe <3

E é isso gente, espero que vocês tenham gostado da dica. Se você já foi no parque, me conta o que você achou. Se você ainda não foi, vá e depois me conta o que achou Haha!

Beijinhos, XoXo


Follow my blog with Bloglovin
sexta-feira, 15 de agosto de 2014 |

Sob o meu olhar - Cores

Ooi gente!

O post de hoje foi ideia de algumas blogueiras de um grupo do facebook e eu decidi me juntar porque adorei a proposta. Esse projeto fotográfico foi criado com o intuito de mostrar que, para se ter uma boa foto, não é necessário uma câmera fotográfica profissional e nem ser o melhor fotógrafo do mundo, basta ter um celular, um editor de fotos e muita criatividade. E o mais legal desse projeto é que cada blogueira encara o tema de uma forma diferente e percebemos isso pelas fotos que cada uma tira.

O nome do projeto é Sob o meu olhar, ao todo somos 10 blogueiras e iremos postar 6 fotos, sobre um tema pré-definido, todo dia 15 de cada mês
(já é dia 16). E o tema desse mês é Cores. Achei um tema bem bacana, mas bem difícil de trabalhar também, demorei bastante tempo pra ter uma ideia do que poderia fotografar. Não saiu exatamente como eu queria, mas ficou bom.

Agora chega de falar e vamos pras fotos!


Estava testando um DIY pra trazer aqui pro blog.



Aproveitei para fazer uma galaxy bottle pro meu namorado, ele amou <3



Meu lixinho rosa, lindo, que na verdade eu uso para guardar algodão.



Eu coloquei essa foto porque, pra mim, o tema cores não é só sobre coisas coloridas, mas também, coisas sem cor. E essa foto é de um mangá (pra quem não sabe, é tipo um gibi, mas todo em preto e branco) que é um dos meus favoritos.



Os meus jogos favoritos de video game. Acho as capas bem coloridas.


E todos os bichinhos de pelúcia que já ganhei do meu namorado. Cada um de uma cor.

Espero que tenham gostado e confiram os post das outras blogueiras que ficaram bem legais e com perspectivas bem diferentes da minha.

Beijinhos, XoXo

terça-feira, 12 de agosto de 2014 |

TAG: Anime

Ooi gente!
Hoje eu vim aqui responder uma TAG, êêêê.. Não sou muito fã de TAGs mas essa é sobre uma coisa que eu gosto muuuito.. Animes.
Tive a ideia de fazer essa TAG então resolvi procurar pra ver se existia. Vi alguns poucos vídeos gringos no youtube com essa TAG, aí peguei algumas perguntas e criei outras. Agora chega de enrolação e vamos respondê-la.

 

1) Qual foi o seu primeiro anime/mangá visto/lido? O meu primeiro anime foi Dragon Ball, há muuuuuuitos anos, quando ainda passava na TV Globinho. E o meu primeiro mangá, eu acho que foi Fruits Basket, que uma amiga emprestou
(Obrigada).

2) Qual seu anime/mangá favorito?

Cara, essa pergunta é difícil eu tenho tantos favoritos Haha!.. Mas eu acho que o meu anime favorito é Death Note
(já vi um milhão de vezes)e o meu mangá favorito com certeza é Ao Haru Ride.


3) E o que menos gosta?

Essa é difícil também.. Bom, um que eu comecei a assistir e ele não prendeu a minha atenção foi Comic Party, não gostei muito desse, mas um dia pretendo dar uma nova chance e tentar assisti-lo de novo.

4) Teve algum anime que te fez querer ler o mangá?

Sim, Ao Haru Ride. Como ele está sendo lançado essa temporada, são episódios semanais e como eu achei o anime muito bom, fiquei curiosa pra saber o que acontece e comecei a ler o mangá, que por sinal é melhor ainda.. Haha!



5) Shoujo ou shonen?

Antes de tudo vou explicar o que é cada um. Shoujo é o nome dado para animes que são destinados à meninas, geralmente são animes de romance, escolares, comédias românticas e coisas assim, alguns exemplos são Sakura Card Captors, Sailor Moon e etc. E shonen é o nome dado a animes que são para meninos, tem mais ação, lutas e por ai vai, alguns exemplos são Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball.
Bom, agora respondendo a pergunta, eu gosto muito dos dois e costumo assistir muito mais shonen do que shoujo, mas ultimamente eu tenho estado em uma vibe mais "menininha" e os animes que mais gosto são shoujos, então a resposta é shoujo.. Haha!

6) Qual a sua opening/ending favorita?
Opening: Quase todas as op de Naruto clássico. Mas a melhor é:

Ending: Não gosto muito de ed, mas essa eu acho demais.


7) Você pode reviver um personagem que morreu no anime. Quem seria?

[spoiler] Com certeza seria o Light (Raito) Yagami (Kira) de Death Note. Fiquei muito triste quando ele morreu.. T-T

8) Qual o seu seiyuu favorito?

Seiyuu = dublador.

O meu favorito com certeza é o Mamoru Miyano, que dubla vááários personagens que eu amo, é lindo, tem uma voz maravilhosa e canta ♥

9) Melhor casal de anime?

Ah, tem tantos... mas acho que o meu favorito da vida é Misaki Takahashi e Akihiko Usami de Junjou Romantica (é um anime yaoi - com relação entre homens.
AMO YAOI)


10) Qual o personagem mais foda que você viu?

Lelouch Lamperouge (Lelouch vi Britannia). Quem viu Code Geass sabe o porque da escolha, e que não viu, veja! É muito bom.

11) Por qual personagem de anime você já teve uma "queda"? Diga o nome e de qual anime.

Na ordem: Mabuchi Kou (Ao Haru Ride), Sohma Kyo (Fruits Basket), Ichinose Tokiya (Uta no Prince Sama), Príncipe Alam (MeruPuri), Eiri Yuki (Gravitation), Leo, o Leão (Fairy Tail). São os meus xodós



E são essas as perguntas meu queridos. Espero que tenham gostado e quem quiser responder, sinta-se tagueado e depois me manda pra eu conferir. ;)

Beijinhos, XoXo
sexta-feira, 8 de agosto de 2014 |

Resenha BBB: Kit Maquiagem Sombra Fosca Jasmyne

Oooi gente!

Hoje vim trazer pra vocês a resenha de um produtinho BBB que ganhou o meu coração É a paleta de sombras foscas da Jasmyne.

Fechada ela tem 12 cm de altura e 9 cm de comprimento, bem pequenininha, né? Cabe em uma necessáire numa boa, levo sempre comigo.

Uma foto dela aberta. Ela tem 32 cores de sombras foscas, 2 cores de pó, 2 cores de blush, um espelho e uma esponjinha.

Fiz um swatch com 4 cores das sombras: branca, pink, roxa e azul claro sem usar fixador ou intensificador de sombras. Não fiz com todas senão ia ser foto pra caramba e o post ia ficar gigantesco. Mas com essas, dá pra ter uma ideia de como é essa paletinha.

Minhas impressões: Das sombras, tem uma variedade boa de cores, e as cores mais fortes são bem pigmentadas e duram bastante na pálpebra. Mas as cores mais clarinhas (branca, cinza, bege) não são muito pigmentadas e as sombras esfarelam um pouquinho, mas nada que me faça gostar menos dela.

Os pós eu não uso por que não são da minha cor, então não sei dizer qual a duração deles. Os blushes são bem bonitos um bem rosinha claro e o outro é um rosa mais queimado e as duas tem alguns brilhinhos, mas a rosa claro tem bem mais.

E o melhor de tudo, eu não paguei mais do que 10 reais nela (não lembro o valor exato, sorry ><). Valeu muito a pena e indico a quem procura sombras foscas por um preço acessível.

E você já usou ela? Conta aí nos comentários a sua experiência também.

Beijinhos, XoXo
quarta-feira, 6 de agosto de 2014 |

5 Coisas que aprendi sendo blogueira


Oi gente! :)

O post de hoje é uma blogagem coletiva que está sendo feito pelas meninas de um grupo suuper legal de blogueiras no facebook. O tema da blogagem é o mesmo do grupo: Coisas de Blogueiras. É um grupo onde os blogueiros trocam experiências, tiram as dúvidas e etc, tem muita gente bacana, corre lá pra ver! Eu escolhi esse sub-tema porque, mesmo com pouquíssimo tempo de blog já aprendi muitas coisas boas com ele e com as pessoas que fazem parte da blogosfera, então resolvi compartilhar essas coisas tão valiosas que eu aprendi.

ᴥ Aprendi que é possível conhecer muita gente legal, e que dá sim para fazer amizades, se sentir próximo de uma pessoa através de um blog. Nesse tempo já conheci muita gente bacana através de um post que eu me identifiquei, ou pelos grupos de blogueiras no facebook.

ᴥ Aprendi que na blogosfera existe espaço para todo mundo, independente de qual seja o assunto do seu blog. Então, apesar de muitas pessoas só se importarem com elas mesmas, com a auto-promoção, tem muitas outras que estão sempre dispostas a ajudar quem precisa.

ᴥ Nesse mundo nada é fácil, tudo precisa de muita dedicação e com o blog não é diferente, resultados demoram para vir então ter paciência, ser persistente e não desistir é muito importante. É preciso sempre saber do que você está falando, ser organizado e o principal é amar aquilo que você faz e o resto vem com o tempo.

ᴥ Eu descobri que adoro blogar. Amo passar todos os tipos de experiências que eu tenho com produtos, livros e até mesmo com a vida, para as outras pessoas. Poder ajudar alguém que precisa seja com um produto que ela tem duvida se é bom ou com algum problema mais pessoal, é o que eu mais gosto de fazer.

ᴥ E aprendi que o leitor é a coisa mais valiosa de um blog. Números são bons, mas um leitor, uma pessoa que gasta do seu tempo para ler aquilo que você escreve e te dizer a opinião dela sobre o que você fala, isso é impagável. É muito bom você ver uma pessoa elogiando o seu trabalho e até mesmo te criticando, querendo ver a sua melhora. E eu agradeço os poucos que tenho. 

O post de hoje não foi um post muito grande, mas eu espero que vocês tenham gostado e entendido o que eu quis dizer. :) E me contem também o que você aprendeu sendo blogueira, eu vou amar saber.

Beijinhos, XoXo
Outros posts da Blogagem Coletiva
Coisas Fúteis | Sabrina Damasco | Janaína Poderon
sexta-feira, 1 de agosto de 2014 |

Do 46 ao 40: Primeiro mês e pontos.

Oi gente!


Hoje vim fazer mais um post do meu diário de redução de seios e esse vai ser mais curtinho.


No dia 19/07 fez um mês que eu fiz a cirurgia. Esse primeiro mês foi bem difícil, depois da primeira semana, eu continuei com as limitações, não podia fazer quase nada com os braços, mas a dor foi diminuindo, e no lugar dela veio a sensibilidade e comecei a sentir uma coceira muito grande.


Os seios começaram a desinchar e eu percebi que o lado esquerdo estava bem mais inchado que o direito.


Na semana seguinte à consulta, eu troquei os curativos em casa mesmo, com a ajuda da minha mãe e no dia 14/07 voltei ao médico.


Na consulta ele tirou os curativos e tirou os pontos (e isso foi bem incomodo) e me disse que a pele estava bem ressecada, por isso coçava tanto, mas que a cicatriz estava dentro do esperado, então não precisaria usar nada nela. Ele disse para que eu usasse um hidratante para diminuir a sensação de coceira. Falou também que assim que fizesse um mês, que eu poderia voltar a fazer as coisas aos poucos. Poderia voltar a dirigir (eba!), levantar mais os braços, pegar um pouco de peso e etc, que poderia começar a usar outros soutiens (mas sem a haste de metal embaixo), mas que tinha que continuar a dormir de barriga para cima (para a minha tristeza) e que deveria voltar lá depois de mais um mês.


Quando cheguei em casa fui ver como estava a cicatriz. Ela estava bem vermelha e com algumas casquinhas em algumas áreas, mas estava cicatrizando bem, não tinha com o que me preocupar.


Em alguns dias eu sentia algumas pontadas nos seios, mas o médico me disse que é normal, pois os tecidos estão "indo para o lugar". Ah, e ele disse também, que poderiam levar até 6 meses para que os seios desinchem por completo (queria tanto ver logo como vai ficar y-y).



Bom gente, é isso por enquanto. Quando eu tiver alguma novidade sobre o assunto, venho contar para vocês!


Beijinhos, XoXo