terça-feira, 15 de julho de 2014 |

Do 46 ao 40: Consulta e pré-operatório

http://blogmeuniverso.wordpress.com/2014/07/14/do-46-ao-40-diario-de-reducao-de-seios/   -  Primeira parte

 

Ooi gente!

Hoje eu vou continuar a contar como está sendo essa experiência. Vou falar sobre a consulta, todas as instruções passadas pelo médico e como foi o pré-operatório.

 

Consulta


Bom, como eu já havia dito antes, depois que eu decidi fazer a cirurgia, conversei com meus pais e após o consentimento deles, marquei uma consulta com o meu ginecologista porque, afinal, seios não são só estética, muitas mulheres sonham em ser mãe, inclusive eu, e com um filho, vem a amamentação e isso era um ponto que me preocupava, então queria a opinião de um médico que já me acompanhasse a algum tempo. E nessa consulta ele me indicou um cirurgião plástico que é amigo dele e que atende na mesma clínica, o que já foi um grande ponto positivo.  

Marquei a consulta e fui conversar com o médico. Assim que eu entrei no consultório já me encantei, um médico super atencioso e prestativo (o básico para te dar confiança). Nessa consulta ele me explicou tudo sobre a cirurgia, disse que era uma cirurgia bem simples, que levava aproximadamente 2 horas para ser realizada e que tinha uma alta taxa de sucesso.

Mas (tudo tem um mas) disse também que essa cirurgia pode ter suas complicações.  Uma delas é a cicatriz, o tamanho da incisão varia de pessoa para pessoa e quem decide é o médico, na hora da cirurgia e ela pode ser somente em volta da aréola, em forma de raquete (em volta da aréola e verticalmente para baixo) ou em forma de T invertido (foto). E a cicatrização varia de pessoa para pessoa, pode ser que ela seja perfeita e fique quase sem marcas (maior chance), mas também a uma pequena chance de formação de queloides.

desenho2

Outra complicação é a futura amamentação. Existem inúmeras técnicas para esse tipo de procedimento, mas nenhuma delas garante em 100% que não terá problemas ao amamentar, mas que seria feito o possível para que isso não acontecesse. E uma ultima complicação que é mais comum é a hipersensibilidade ou a falta de sensibilidade na área dos mamilos, mas que isso, em um período de mais ou menos 6 meses, voltaria ao normal.

Ele também me disse que na cirurgia, independente de como estivesse o tecido que compõe o seio, sempre manda uma parte do tecido para analise em biópsia, só para "desencargo de consciência" Haha! E eu achei isso super legal, afinal, uma garantia a mais de que está tudo certo com a gente nunca é demais, não é?

Já nessa consulta ele me informou que não abria mão da equipe dele, que tem um outro cirurgião, 2 anestesistas e tudo mais que uma boa equipe necessita e que também não fazia nenhum tipo de procedimento (desse porte) em clinica, somente em hospital, então ele me deu algumas sugestões de hospitais em que ele poderia realizar o procedimento e pediu que eu escolhesse para que ele pudesse pedir um orçamento.

Como eu já tinha certeza de que era isso que eu queria e já havia falado com o meu pai sobre valores, nessa consulta mesmo eu já marquei a data da cirurgia e ele me pediu alguns exames simples de sangue (hemograma, uréia, creatinina, coagulograma e etc) e um ultrassom de mamas.

 

Pré-operatório


O pré foi bem simples, tive que fazer jejum de alimentos sólidos desde as 20hs do dia anterior a cirurgia e jejum de líquidos desde as 22hs. E tinha que estar no hospital às 6hs da manhã para fazer a ficha e iniciar todo o procedimento pré-operatório.

 

Bom gente, foi isso, eu espero que vocês tenham acompanhado até aqui Haha! e que tenham gostado. Logo, logo venho com um post sobre a cirurgia e a primeira semana de pós-operatório.

 

Beijinhos XoXo 

0 comentários:

Postar um comentário